sábado, 16 de julho de 2022

Bolsonaro decreta luto oficial pela morte de d. Luiz de Orleans e Bragança

 Bisneto da princesa Isabel morreu nesta sexta-feira, em São Paulo, aos 84 anos


O presidente Jair Bolsonaro decretou luto oficial de um dia pela morte de Luiz Gastão Maria José Pio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orleans e Bragança, aos 84 anos. Ele era bisneto da princesa Isabel e reivindicava o título de "dom" por ser descendente da antiga família real brasileira.

O decreto consta de edição extra do Diário Oficial da União (DOU) publicada na noite desta sexta-feira e chama Orleans e Bragança de "chefe da Casa Imperial do Brasil". Há pouco, em transmissão ao vivo nas redes socais, Bolsonaro lamentou a morte.

Morte

Luiz de Orleans e Bragança morreu nesta sexta-feira, em São Paulo, aos 84 anos. Ele é descendente da família real que governou o Brasil sob o sistema monárquico até 1889, quando foi proclamada a República. Bragança era filho de Pedro Henrique de Orleans e Bragança e Maria da Baviera e nasceu em 6 de junho de 1938, em Mandelieu-la-Napoule, na França.

O velório de Luiz de Orleans e Bragança será na sede do Instituto Plínio Corrêa de Oliveira, na Rua Maranhão, no bairro Higienópolis, nos dias 16 e 17 de julho. O sepultamento será no dia 18 no Cemitério da Consolação, às 13h.


Agência Estado e Correio do Povo


Moisés é homenageado por completar 100 jogos com a camisa do Inter

Nenhum comentário:

Postar um comentário