segunda-feira, 13 de junho de 2022

Veja como rastrear pelo WhatsApp em tempo real

 

Ferramenta pode servir como uma medida de segurança para usuários


Nos últimos anos, os desenvolvedores do WhatsApp vem lançando uma série de atualizações para trazer mais segurança e facilitar a experiência de seus usuários. Entre eles, estão as conversas criptografadas e localização em tempo real. Através dessa segunda ferramenta, é possível rastrear outros users e até mesmo você. Confira abaixo o passo a passo de como usar esse serviço.

Leia mais: Atualização do WhatsApp tem um menu secreto; saiba como descobri-lo

Como rastrear em tempo real?

Com o aparelho conectado à internet, para que o aplicativo utilize a localização (GPS), os usuários deverão conceder algumas permissões ao WhatsApp. Dessa forma, será possível compartilhar o lugar em que estão com algum conhecido da lista de contatos. Para isso, é só escolher em qual tempo deseja dividir sua posição (8 horas, 1 hora ou 15 minutos) e enviá-la para a pessoa desejada.

Entretanto, os passos a serem seguidos podem mudar um pouco de acordo com o sistema operacional de cada celular.

Como rastrear pelo WhatsApp nos diferentes sistemas?

No iPhone, o usuário deverá abrir a conversa e tocar no ícone de “+”, onde aparece a seção de compartilhar e selecionar a opção de “Localização”. Em seguida, defina o tempo que deseja enviar e compartilhe para um dos seus contatos no ícone da setinha.

Já no caso dos aparelhos Android, abra o chat com quem deseja compartilhar a localização e toque no ícone do clipe de papel. Em seguida, selecione a opção “Localização” e procure pela seção de “Localização em tempo real”. Por fim, é só tocar em Continuar e seu posicionamento será enviado como um quadro do Maps para o usuário selecionado.

Como a ferramenta influencia seu aparelho?

É importante lembrar que, ao compartilhar sua localização em tempo real, o GPS deverá ser mantido sempre ligado. Por conta disso, a energia da sua bateria pode se esgotar mais rápido, visto que é uma característica que exige bastante dele. Portanto, caso esteja com uma carga baixa, é importante prestar atenção a esse detalhe e não deixar a função ativa permanentemente.

Escola Educaçãoi

Nenhum comentário:

Postar um comentário