segunda-feira, 13 de junho de 2022

Ucrânia afirma que o número de soldados russos mortos na guerra pode chegar a 40 mil neste mês

 

Governo da Ucrânia disse que a Rússia está enviando jovens mal preparados e mal equipados para a frente de batalha

Foto: Polícia de Donetsk/Divulgação

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, disse que a Rússia está enviando jovens mal preparados e mal equipados para a frente de batalha na região de Donbass, em uma tentativa de vencer “pela força esmagadora dos números”.

Ele afirmou que a ofensiva atual pode custar mais de 8 mil vidas de soldados russos entre o início desta semana e o fim deste mês, o que, segundo o governo ucraniano, elevaria para 40 mil o número de militares russos mortos desde o iníco da guerra, em 24 de fevereiro.

Severodonetsk

No domingo (12), os bombardeios russos atingiram o complexo fabril químico Azot, em Severodonetsk, o que causou um incêndio de grandes proporções. Estima-se que cerca de 800 pessoas estejam abrigadas nessa fábrica, entre elas 600 civis. A situação é bastante preocupante.

O Exército russo concentra grande poderio militar ao redor de Severodonetsk, com o objetivo de conquistar rapidamente a região de Lugansk.

Autoridades ucranianas garantiram que ainda estão resistindo e anunciaram algumas vitórias nas regiões de Kherson e Zaporijia.

O Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário