segunda-feira, 13 de junho de 2022

Putin precisou de 'assistência médica urgente' após sentir fraqueza e tontura

 

De acordo com o canal General SVR, presidente russo teria passado mal depois de participar de videochamada com chefes militares 


O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou por uma "emergência médica" nesta semana, de acordo com o canal General SVR, que publicou a informação nesta sexta-feira (10) em seu aplicativo de mensagens Telegram. 

"Após uma recente reunião por videochamada de uma hora e meia com representantes do bloco militar, Putin sentiu uma forte náusea, fraqueza e tontura ao tentar se levantar. O presidente precisava de assistência médica urgente", explica o texto. 

A publicação ainda informa que o presidente russo recebeu recomendações médicas para não fazer aparições "longas" em público. Além disso, o mal súbito foi a verdadeira razão pela qual a "Linha Direta", transmissão que Putin faz ao vivo anualmente, foi adiada sem explicações.

A sessão de perguntas e respostas estava agendada para o fim deste mês ou para o início de julho, mas não está claro se irá adiante após os acontecimentos.

Apesar das alegações, Putin, de 69 anos, fez uma rara aparição pública em Moscou na quinta-feira (22), quando se dirigiu a jovens empresários, engenheiros e cientistas em um evento que marcou o 350º aniversário do nascimento de Pedro, o Grande, ex-imperador russo.

O canal General SVR — que afirma receber informações privilegiadas — já havia afirmado que Putin está lutando contra um câncer e contra a doença de Parkinson.


R7 

Nenhum comentário:

Postar um comentário