sábado, 9 de outubro de 2021

Saúde informa que terá 354 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 para 2022

 Pasta prevê investir R$ 11 bilhões para adquirir imunizantes



O Ministério da Saúde informou, nesta sexta-feira, que o país terá pelo menos 354 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 em 2022. O investimento previsto pela pasta para adquirir os imunizantes é de R$ 11 bilhões. O anúncio foi feito em entrevista coletiva no início desta noite pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Deste quantitativo previsto pelo ministério, 134 milhões de doses serão de vacinas que não devem ser utilizadas em 2021. O restante dos imunizantes será composto por 120 milhões de doses da AstraZeneca e por 100 milhões de doses da Pfizer.

A princípio, vacinas como CoronaVac e Janssen não estão no planejamento do governo federal porque ainda não obtiveram o registro definitivo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Até o momento, elas só têm autorização para uso emergencial. Como o governo prevê o fim da pandemia no ano que vem, esses imunizantes não poderão ser usados sem aprovação do órgão.

"Nosso preparo para 2022 é de um cenário muito positivo e que me permite, como ministro da Saúde, dizer que os brasileiros terão uma campanha muito eficiente em 2022, ano esse que, com a ajuda de todos nós, será o ano do fim da pandemia da Covid-19", destacou Queiroga.

O planejamento da vacinação contra a Covid-19, no ano que vem, elaborado pelo Ministério da Saúde, prevê um modelo diferente do adotado em 2021, quando o atendimento foi separado de acordo com graus de prioridade.

Para 2022, a pasta vai considerar a imunização por faixa etária decrescente. O ministério prevê aplicar mais duas doses na população acima de 60 anos, com intervalo de seis meses, bem como disponibilizar mais uma dose de reforço na população até 59 anos. A Saúde ainda trabalha com a possibilidade de ampliar o público-alvo da campanha.

R7 e Correio do Povo


Sábado será de tempo instável no RS


Casos de síndrome respiratória aguda grave ficam estáveis, afirma Fiocruz

Saúde prevê aplicar uma dose na população de até 59 anos em 2022


Brasil ultrapassa 600 mil mortos por Covid-19 após 20 meses de crise sanitária


Investigado pela Polícia Federal, secretário do MDR deixa o cargo


Brasil e Argentina firmam acordo para cortar tarifa do Mercosul em 10%


Serviços do Facebook são normalizados após instabilidade nesta sexta-feira


Redução da tarifa do Mercosul aliviará a inflação, diz Guedes


Porto Alegre monitora suspeita de surto de Doença Diarreica Aguda em escola infantil


Pessoas recorrem a aplicativos de carona para sair de Porto Alegre no feriado


Governo nomeia novo superintendente da PF no Distrito Federal


Presidente do Senado prevê queda de veto do Bolsonaro à distribuição de absorventes


Mais de 1,2 mil municípios devem manter exigência de máscara, diz CNM


TCU envia ao TSE dados de gastos de Bolsonaro com “motociatas”



Vazamento na Califórnia pode ser resultado de rompimento em oleoduto há um ano


Taison treina normalmente e deve atuar contra a Chapecoense



DEM-PSL tenta atrair Moro para nova sigla


Seleção uruguaia confirma lesão e Arrascaeta não enfrentará o Brasil


Ministro lamenta perda de recursos para ciência e tecnologia


Brasil volta a garantir medalha no Mundial Júnior de Judô


Nasa planeja lançar espaçonave para atingir e desviar asteroide


EUA anuncia primeiro diálogo presencial com Talibã desde a retirada do Afeganistão


Hyperloop: a tecnologia que promete viagens de altíssima velocidade no RS


ONS prevê chuva acima da média e custos menores de operação de energia elétrica


Treino do Grêmio é marcado por jogadas ensaiadas e finalizações


Brasil vira contra a Venezuela, mantém 100% nas Eliminatórias e fica muito perto da Copa de 2022


Grêmio faz cálculos para evitar a queda no Brasileirão


Uruguai domina, tem gol anulado e só empata com a Colômbia pelas Eliminatórias


Inter viverá mês decisivo para pretensões no Brasileirão


Dirigente da Chapecoense admite possibilidade de “mala branca”: “Pode acontecer”


Paraguai e Argentina ficam no 0 a 0 em Assunção


Com início em alta voltagem, Equador atropela a Bolívia nas Eliminatórias


Grêmio terá de pagar R$ 1 milhão de IPTU referente ao estádio Olímpico


Nenhum comentário:

Postar um comentário