quinta-feira, 7 de outubro de 2021

QUEM PRODUZ O QUÊ E A QUE PREÇO? - Gilberto Simões Pires

 ENTENDIMENTO DO POVO

Até pouco tempo atrás, a imensa maioria dos brasileiros que conduzem veículos movidos por derivados de petróleo, como diesel, gasolina, etanol e gás, estavam muito convencidos de que os preços praticados nos postos de abastecimento era decidido pela Petrobrás. Considerando que a Petrobrás é uma empresa ESTATAL FEDERAL, isto, por si só e por influência das narrativas da MÍDIA ABUTRE, levava (e ainda leva) muita gente a acreditar, piamente, que os preços dos combustíveis é de responsabilidade da Presidência da República.


COMPONENTES

Pois, por mais que muita gente odeie o presidente Jair Bolsonaro, o fato é que ele foi o PRIMEIRO de tantos presidentes que o Brasil já teve, que veio a público para explicar, com total transparência, os COMPONENTES dos preços dos combustíveis cobrados nas bombas. A partir de então todos aqueles que viviam no mundo das trevas da desinformação e/ou da enganação começaram a perceber, com clareza, os verdadeiros vilões desta história. Como tal já estão convencidos de que a Petrobrás é quem fica com a MENOR PARTE do valor pago pelo litro do diesel, da gasolina, do etanol e do gás. E quem fica com a MAIOR E ABSURDA PARTE são os estados que cobram taxas indecentes de ICMS por produtos considerados ESSENCIAIS, ou seja, do tipo que sequer deveriam ser tributados.


ALGO MENOS INJUSTO E CRUEL

Com o escancaramento do quanto e para quem vai cada real pago pelo litro de todos os combustíveis vendidos em cada um dos milhares de postos Brasil afora, o assunto foi parar na Câmara Federal. Com isto a sociedade como um todo, já plenamente convencida de que o INIMIGO MAIOR é o ICMS, está na expectativa de que o Legislativo possa aprovar algo que seja MENOS INJUSTO E CRUEL para os usuários, condutores e/ou proprietários de veículos.


QUEM PRODUZ O QUÊ?

Como o presidente da Câmara pautou o tema para ser discutido em plenário na próxima semana, aproveito este intervalo de tempo para levar uma informação pra lá de importante para -fazer- a cabeça dos deputados dotados de neurônios. Enquanto a Petrobrás, na sua verticalização de operações da sua complexa cadeia produtiva - PRODUZ DERIVADOS DE PETRÓLEO-, os Estados, por sua vez, PRODUZEM APENAS IMPOSTOS. Com um diferencial pra lá de nojento: a PRODUÇÃO DE IMPOSTOS é infinitamente maior do que a PRODUÇÃO DE COMBUSTÍVEIS. Pode? 


QUEM FAZ O QUÊ!

Mais do que sabido, quem fica com a MAIOR PARTE destina mais de 70% dos recursos arrecadados via ICMS para pagar as polpudas FOLHAS DOS SERVIDORES PÚBLICOS =ATIVOS E INATIVOS=. Enquanto isso, quem fica com a MENOR PARTE é aquele que; 1- extrai o petróleo em águas profundas, a até 7 mil metros de profundidade; 2- traz o petróleo explorado até a superfície; 3- opera 24h por dia para separar o petróleo e enviá-lo à costa, superando distâncias que passam de 300 quilômetros da costa; 4- entrega o petróleo para as refinarias onde passam por uma série de processos químicos e físicos, onde as moléculas pesadas são purificadas e quebradas em partes menores, dando origem a diversos produtos, como gasolina, óleo diesel e gás liquefeito de petróleo. A partir daí estes combustíveis são então vendidos para distribuidoras, que irão revendê-los aos consumidores em postos de distribuição. 



Pontocritico.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário