sábado, 25 de setembro de 2021

Descaminho de vinhos argentinos é investigado pela Polícia Federal no Rio Grande do Sul

 Operação foi deflagrada com oito ordens judiciais em São Borja e um em Porto Alegre



A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira a operação Sly no Rio Grande do Sul com o objetivo de combater o descaminho de vinhos argentinos. Os agentes da PF cumpriram nove mandados de busca e apreensão, sendo oito ordens judiciais em São Borja e uma em Porto Alegre. Cerca de 103 garrafas trazidas ilegamente foram recolhidas.

A investigação começou com abordagem realizada pela Brigada Militar em outubro do ano passado em São Borja. Um veículo, carregado com caixas de vinho e outros produtos, foi interceptado. Outros flagrantes foram registrados no período pela Polícia Rodoviária Federal.

Os dois ocupantes do veículo conseguiram escapar, mas foram identificados e tornaram-se alvos da ação desta sexta-feira. Um deles seria o responsável pela travessia de diversas mercadorias, especialmente vinhos argentinos, descarregadas em portos clandestinos na margem brasileira do rio Uruguai.

Além do comércio local, os vinhos tinham como destino os grandes centros do país, sendo revendidos principalmente através de sites de comércio eletrônico.

A estimativa da PF, com base na análise das informações obtidas, é de que em média 5 mil garrafas de vinho de origem ilegal sejam mensalmente comercializadas por esse grupo.

Correio do Povo


Yeda Crusius testa positivo para Covid-19


Com suspensão de Moisés, Paulo Victor receberá chance como titular no Inter contra o Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário