domingo, 12 de janeiro de 2020

Iranianos saem às ruas para protestar contra governo

Manifestação acontece após país assumir ter derrubado avião em Teerã

Protestos contra o governo ocorreram na capital Teerã

Protestos contra o governo ocorreram na capital Teerã | Foto: Atta Kenare / AFP

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas saíram às ruas de Teerã, hoje (11), para protestar contra o governo iraniano. A manifestação foi causada pela indignação com o fato de militares iranianos terem derrubado, por engano, na última quarta-feira (8), um Boeing 737 da companhia Ukraine Airlines que transportava 176 pessoas de várias nacionalidades. Mais cedo, o presidente Hassan Rouhani admitiu publicamente a responsabilidade iraniana, afirmando que o avião foi derrubado “por acidente”, ao ser confundido com um míssil.

Entre os passageiros e tripulantes do avião havia dezenas de iranianos. Segundo a emissora pública de TV do Japão NHK, os manifestantes ficaram furiosos com o que eles chamaram de tentativa do governo de encobrir o fato de que vários mortos eram cidadãos iranianos. Eles criticaram o líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei, gritando "Morte ao ditador".

Mais cedo, logo após Hassan Rouhani admitir que o Irã abateu o avião, Khamenei divulgou uma nota em que atribui o incidente a um “erro humano” o “trágico acidente”.

Os manifestantes disseram que o governo provavelmente sabia desde o início o que realmente aconteceu, mas que mentiram sobre os fatos.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta no Twitter para comentar a situação no Irã. “Ao corajoso e sofredor povo do Irã: estou ao seu lado desde o início do meu mandato e meu governo continuará ao seu lado. Estamos acompanhando de perto seus protestos e somos inspirados por sua coragem”, escreveu Trump em um primeiro tuíte. “O governo iraniano deve permitir que grupos de direitos humanos monitorem e denunciem fatos sobre os protestos em andamento. Não pode haver outro massacre de manifestantes pacíficos, nem um desligamento da internet. O mundo está assistindo”, acrescentou o mandatário norte-americano.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, também usou as redes sociais para comentar os protestos. “A voz do povo iraniano é clara. Eles estão fartos das mentiras, da corrupção, da inaptidão e da brutalidade do regime do IRGC [Guarda Revolucionária Iraniana] sob a cleptocracia de Ali Khamenei. Estamos do lado do povo iraniano que merece um futuro melhor”, escreveu Pompeo em uma postagem acompanhada por um vídeo com supostas imagens dos protestos nas ruas de Teerã.

* Com informações da NHK - Emissora pública de televisão do Japão


Agência Brasil e Correio do Povo


LOTERIAS

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 14 milhões no próximo sorteio


ASSESSOR ESPECIAL DE GUEDES É DENUNCIADO POR PREJUÍZO BILIONÁRIO EM FUNDOS DE PENSÃO

A nova denúncia oferecida pela força tarefa da Greenfield tem entre os 29 alvos Esteves Pedro Colnago Júnior, que é assessor especial do... [ leia mais]

Toffoli recua e restabelece resolução que reduz preço do DPVAT

Dias Toffoli derrubou a sua própria liminar que suspendeu no fim de 2019 a Resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) nº 378/2019,... [ leia mais]

O desespero do PT para se aproximar dos evangélicos

O PT divulgou em seu site um texto confuso dizendo que "o fenômeno evangélico na atualidade encontra-se no epicentro da questão política, como... [ leia mais]

Urgente: sargento da comitiva presidencial vira réu por tráfico internacional de cocaína

O juiz federal da Justiça Militar Frederico Magno de Melo Veras acaba de receber denúncia oferecida pelo Ministério Público Militar contra o... [ leia mais]

Decapitações há 14 dias, Eduardo Bolsonaro

"Há quanto tempo você não vê um prisioneiro em uniforme laranja - normalmente um cristão ou ocidental - sendo decapitado com faca pelo Estado... [ leia mais]

O primo terrivelmente evangélico (e petista) de André Mendonça

Jair Bolsonaro cogita indicar André Mendonça para o Supremo sob o argumento de que ele seria "terrivelmente evangélico". É um critério bastante... [ leia mais]

"Abicair está entre os que recebem muito acima do teto constitucional"

Conrado Hubner disse que o desembargador Benedicto Abicair, aquele que censurou o episódio da Porta dos Fundos, recebe um salário muito acima do... [ leia mais]

Netflix vai ao STF contra censura da Porta dos Fundos

Hamilton Mourão, em entrevista à EBC, defendeu uma atuação “independente e pragmática” do Brasil no cenário internacional."O Brasil,... [ leia mais]

"A grande questão a enfrentar no Brasil é a corrupção"

Como registramos mais cedo, o comandante da Força Aeroespacial da Guarda Revolucionária do Irã, Amirali Hajizadeh, disse neste sábado que o... [ leia mais]

'Desembargador da censura' foi nomeado por Rosinha Garotinho

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse esperar admissão total de culpa do Irã pela queda do avião da Ukrainian International Airlines... [ leia mais]

Nenhum comentário:

Postar um comentário