quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Chile investiga interferência externa em protestos

País detectou tráfego exagerado na internet a partir de país da Europa oriental

Protestos já deixaram 23 mortos no país

Protestos já deixaram 23 mortos no país | Foto: Claudio Reyes / AFP

PUBLICIDADE

Desde o início da onda de protestos no Chile, em 18 de outubro, foi detectado "um tráfego exagerado na internet" a partir de "um país da Europa oriental", o que pode ser uma ingerência internacional nos protestos, denunciou nesta terça-feira o chanceler Teodoro Ribero. "Se está investigando por parte dos organismos internacionais chilenos se há ou não ingerência internacional direta", disse o chanceler aos jornalistas, após visitar a sede do Congresso, na cidade de Valparaíso.

"O que sabemos é que após 18 de outubro houve uma cota importante do uso da internet a partir de um país da Europa oriental para o Chile", explicou o ministro, sem dar mais detalhes. "Há um tráfego exagerado de Internet, há a criação de perfis falsos".

As declarações de Ribera ocorrem após um funcionário do departamento americano de Estado revelar a imprensa "indícios de atividades russas para dar uma direção negativa ao debate no Chile", e assim "exacerbar a divisão e fomentar o conflito". O chanceler chileno não citou qualquer país, mas declarou que este tipo de coisa não é "novidade" e que atualmente existem "riscos internacionais para os países e para as democracias".

Neste sentido, alertou sobre a necessidade da colaboração internacional com informação "para prevenir tais circunstâncias". A onda de protestos no Chile já deixou 23 mortos.


AFP e Correio do Povo


ARTE & AGENDA

Flip fica de fora do edital de feiras literárias do governo federal

MÚSICA

Spotify divulga canções mais tocadas de 2019 na plataforma

ESPETÁCULO

"Parabéns Senhor Presidente" faz curta temporada na Capital

ARTE & AGENDA

Monólogo "Guia Nada Prático Para o Amor" estreia nesta quinta

CINEMA

"Dois Papas" ganha exibição em cinema de Porto Alegre

ARTE & AGENDA

Dia da Cultura na Ufrgs promove apresentações em suas mais variadas áreas

Nenhum comentário:

Postar um comentário