sábado, 26 de outubro de 2019

Domingo tem chuva e risco de temporais no Rio Grande do Sul

Estado terá um período de forte instabilidade neste fim de outubro e no começo de novembro

Rio Grande do Sul deve ter muita chuva na próxima semana

Rio Grande do Sul deve ter muita chuva na próxima semana | Foto: Alina Souza / CPMemória

PUBLICIDADE

Áreas de instabilidade trazem chuva já na madrugada para ponto do Oeste e do Sul. No decorrer do domingo, a chuva avança pelo Estado e atinge todas as regiões. Em Porto Alegre já se espera que chova de manhã. À tarde, a Metade Norte deve concentrar a instabilidade mais forte.

Ao avançar pelo Rio Grande do Sul, a chuva pode ser localmente forte e com risco de temporais isolados de vento e granizo. Será precedida por uma madrugada quente com vento Norte moderado a forte em algumas cidades. Na Capital, a temperatura deve variar entre 17ºC e 23ºC.

Muita chuva

A MetSul Meteorologia alerta para um período de forte instabilidade no Rio Grande do Sul neste fim de outubro e no começo de novembro, quando são esperados acumulados de chuva muito altos em parte ou grande parte do Estado. Esse período terá início neste domingo, quando uma frente fria avança pelo Rio Grande do Sul com chuva em todas as regiões e que deve ser localmente forte com risco de temporais isolados em que há a possibilidade de vento forte e/ou granizo.

Durante a próxima semana, o tempo não firma no Rio Grande do Sul. Espera-se a ocorrência na maioria dos dias da semana. Como a atmosfera estará muito aquecida com valores de temperatura acima de 20ºC no nível de 850 hPa (1500 metros de altitude), as condições estarão extremamente propícias à convecção (movimento ascendente do ar) profunda. Isso significa que vão se formar nuvens muito carregadas e que tempestades com raios, vento forte e granizo serão freqüentes ao longo da próxima semana no Rio Grande do Sul.

Os modelos numéricos indicam que os maiores volumes de chuva vão ocorrer no Oeste, Centro e no Sul gaúcho na semana que vem enquanto os rodados nos Estados Unidos projetam a chuva mais volumosa na Metade Norte. Já o risco de tempo severo (temporais) será maior na Metade Norte gaúcha, onde a atmosfera estará mais quente.


MetSul e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário