quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Conselho de Segurança da ONU discutirá os ataques turcos na Síria

Ofensiva lançada hoje deixou ao menos dois civis mortos

Síria sofreu ataques aéreos nesta quarta-feira

Síria sofreu ataques aéreos nesta quarta-feira | Foto: Delil Souleiman / AFP / CP

PUBLICIDADE

Uma reunião de emergência e a portas fechadas do Conselho de Segurança da ONU foi solicitada por membros europeus da organização, informaram fontes diplomáticas nesta quarta-feira. O encontro foi requisitado por Bélgica, França, Alemanha, Polônia e Reino Unido.

O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, por sua vez, pediu à Turquia, membro da Aliança, moderação em sua operação na Síria e que não comprometa a luta contra os jihadistas. "Conto com a Turquia para agir com moderação e garantir que o progresso que fizemos na luta contra o Estado Islâmico não seja comprometido", tuitou Stoltenberg, anunciando que discutirá isso na sexta-feira com o presidente turco em Istambul.



A Turquia lançou nesta quarta-feira a "Operação Fonte da Paz", a ofensiva militar no nordeste da Síria contra a milícia curda apoiada pelos ocidentais na luta antijihadista. O anúncio do início da ofensiva contra as Unidades de Proteção do Povo (YPG) foi feito pelo presidente turco Recep Tayyip Erdogan, mais do que nunca determinado a afastar da fronteira turca esta milícia que considera terrorista por causa de seus vínculos com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).


AFP e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário