sábado, 20 de julho de 2019

Toledo seguirá detido nos EUA durante processo de extradição para o Peru

Decisão foi informada em audiência em tribunal federal americano, nesta sexta

Toledo, acusado de corrupção, foi detido terça-feira passada nos EUA para ser extraditado

Toledo, acusado de corrupção, foi detido terça-feira passada nos EUA para ser extraditado | Foto: Mandel Ngan / AFP / CP

O ex-presidente peruano Alejandro Toledo permanecerá detido nos Estados Unidos durante o processo de extradição para seu país, onde é acusado de corrupção pela investigação do caso Odebrecht.

Abraham Simmons, porta-voz do Ministério Público Federal disse à AFP que o juiz Thomas S. Hixson "ordenou que Toledo permanecesse sob custódia" durante o processo. A decisão foi informada em audiência nesta sexta-feira em um tribunal federal em San Francisco.

Toledo, que ocupou a Presidência do Peru entre 2001 e 2006, foi detido na terça-feira passada nos Estados Unidos para ser extraditado, acusado pela procuradoria anticorrupção de seu país de ter recebido 20 milhões de dólares da construtora brasileira em troca da licitação da rodovia Interoceânica, que une o Peru ao Brasil. Os promotores argumentaram que existia um risco de fuga do ex-presidente, que no momento da prisão trazia numa maleta 40 mil dólares em espécie.


AFP e Correio do Povo


PORTO ALEGRE

Lázaro Ramos e Taís Araújo emocionam público em bate-papo

MÚSICA

Rage In My Eyes abrirá show do Iron Maiden em Porto Alegre

LITERATURA

Projeto "Os Livros de Nossa Vida" recebe Roger Lerina e Humberto Gessinger

PORTO ALEGRE

Cinemateca recebe exposição "Cartazes: Uma História do Cinema Brasileiro"

MÚSICA

Beyoncé lança álbum inspirado em "O Rei Leão"

LA CASA DE PAPEL

Pedro Alonso diz que Berlim aparecerá na 4ª temporada

ORANGE IS THE NEW BLACK

Mais de 100 milhões assistiram a pelo menos um episódio da série, diz Netflix

Nenhum comentário:

Postar um comentário