terça-feira, 16 de abril de 2019

Notre-Dame resistiu à Revolução Francesa e duas guerras mundiais | Clic Noticias

Catedral símbolo de Paris fez parte de importantes momentos da história
Local foi atingido por um incêndio de grandes proporções nesta segunda
Local foi atingido por um incêndio de grandes proporções nesta segunda | Foto: Thomas Samson / AFP / CP
A Catedral de Notre-Dame começou a ser construída em 1163, na cidade de Paris, na França, e foi concluída em 1345. O local é um dos principais pontos turísticos da cidade e nesta segunda-feira foi atingido por um incêndio de grandes proporções.
O prédio de arquitetura gótica fica na pequena ilha Île de la Cité e está às margens do Rio Sena, outro importante cartão postal da capital francesa. São127 metros de comprimento, 48 metros de largura e 35 metros de altura.
Não é só a beleza que atrai tantos turistas todos os anos. Ao longo de oito séculos, a catedral fez parte de importantes momentos da história. Em 1431, o Rei Henrique 6º, da Inglaterra, foi coroado na Notre-Dame, após a Guerra dos Cem anos. Assim como Napoleão Bonaparte, que recebeu sua coroa em 1802 diante do Papa Pio 7º.
Durante a revolução francesa, que começou em 1789, a Notre-Dame foi revertida a um armazém de alimentos. Muitos das riquezas da igreja foram perdidas durante esse período. Até mesmo um dos sinos foi derretido para a construção de canhões.
O escritor francês Vitor Hugo publicou em 1831 o romance “O Corcunda de Notre-Dame” que tem como cenário os salões e torres da catedral. A história também fez parte da infância de muitas crianças com a adaptação para o cinema feita pela Disney, em 1996.
O fim da Primeira Guerra, em 1918, foi comemorado com 15 minutos de badaladas dos sinos da torre. A catedral também resistiu aos bombardeios na França durante a Segundo Guerra Mundial.
Em 1831, Victor Hugo escreveu o romance Notre-Dame de Paris, tendo como base a catedral durante a Idade Média e contando a história do corcunda Quasímodo, que se apaixona pela cigana Esmeralda. A ilustração poética do monumento abre portas a uma nova vontade de conhecimento da arquitectura do passado e, principalmente, da Catedral de Notre-Dame de Paris. O edifício tem 127 metros de comprimento, 48 de largura e 35 de altura. Reúne na parte mais alta abóbadas e dá o primeiro passo na construção colossal do gótico.
Os sinos da torre norte, instalados desde 1856, badalam a cada 15 minutos ou em eventos históricos, como no fim da Primeira Guerra Mundial ou na libertação de Paris em 1944. Mais recentemente, os sinos tocaram em honra às vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. Em 2012 eles foram derretidos e substituídos por nove novos sinos. A iniciativa foi tomada porque os sinos perderam o tom devido ao desgaste do cobre.
Coroa de espinhos
Em Notre-Dame, está guardada aquela que se acredita ser uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado pelos soldados romanos.A relíquia é apresentada aos fiés a cada primeira sexta-feira do mês, às 15h, e na Sexta-Feira Santa, das 10h às 17h. Os fragmentos da coroa estão guardados desde 1896 dentro de um tubo de cristal e de ouro na Catedral de Notre-Dame.
Torre da catedral de Notre Dame desmorona em grande incêndio em Paris
Geoffroy Van Der Hasselt / AFP / CP

Vídeos



Agência Brasil, R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário