terça-feira, 16 de abril de 2019

Hackers tiveram acesso a conteúdo de mensagens do Hotmail, confirma Microsoft | Clic Noticias

Sem revelar o número de contas afetadas, companhia diz que 6% das vítimas podem ter tido suas mensagens lidas por terceiros
Falha estaria relacionada ao roubo de credenciais de um funcionário da empresa
Falha estaria relacionada ao roubo de credenciais de um funcionário da empresa | Foto: Facebook / Divulgação / CP
A Microsoft confirmou que uma brecha de segurança permitiu que hackers acessassem os conteúdos de mensagens do Hotmail e de seus outros serviços de webmail, Outlook.com e MSN). Sem revelar o número de contas afetadas, a companhia disse que uma pequena parte de vítimas (6%) podem ter tido suas mensagens lidas por terceiros.
Na última sexta-feira, durante a noite, a Microsoft notificou seus usuários de que uma falha de segurança permitiu que hackers tivessem acesso aos endereços de e-mails, pastas e títulos de mensagens, mas descartava o acesso ao conteúdo das mensagens  ou de arquivos anexados. A falha estaria relacionada ao roubo de credenciais de um funcionário da empresa. Segundo a Microsoft, o problema ocorreu entre 1° de janeiro e 28 de março deste ano – segundo a companhia, a falha foi corrigida e os invasores estão bloqueados.
No último domingo, uma reportagem do site Motherboard afirmou que os hackers foram capazes de acessar o conteúdo dos e-mails, o que a empresa confirmou parcialmente, dizendo que apenas 6% dos usuários afetados podem ter tido os conteúdos lidos. A empresa diz que esses usuários também foram notificados.
A Microsoft recomendou a todos os afetados a mudar a senha, embora afirme que credenciais de acesso não tenham sido afetadas. Além disso, pediu atenção para tentativas de phishing, técnica na qual criminosos se passam por pessoas ou instituições para tentar obter dados e senhas de donos de e-mails em mensagens que parecem legítimas.
A reportagem do Motherboard diz ainda que os hackers conseguiram resetar contas do iCloud de iPhones roubados, que estavam conectadas aos e-mails da Microsoft. A companhia não respondeu. Populares no Brasil na década passada, não é possível saber se contas nacionais do Hotmail e dos outros serviços foram afetadas.
Agência Estado e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário