quarta-feira, 3 de abril de 2019

Câmara do Rio abre processo de impeachment contra Crivella | Clic Noticias

Pedido foi feito por Fernando Lira Reis, que é fiscal de atividades econômicas da prefeitura desde 1992 e ocupou cargo de confiança na gestão de Paes
Câmara abriu processo de impeachment contra Crivella
Câmara abriu processo de impeachment contra Crivella | Foto: Câmara do Rio / Divulgação / CP
Foi aprovada pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro a abertura do processo de impeachment do prefeito Marcelo Crivella. Trinta e cinco vereadores votaram a favor e 14 contra em sessão realizada na tarde desta terça-feira. Para que a abertura do processo fosse aceita, era necessária a votação de maioria simples, ou seja, 26 dos 51 vereadores.
Foram sorteados três parlamentares para integrar a comissão processante: Paulo Messina (Pros), que era secretário da Casa Civil de Crivella, Luis Carlos Ramos Filho (Podemos) e William Coelho (MDB). Coelho será presidente da comissão e Ramos Filho, relator. Eles vão analisar o pedido e, em até 90 dias, enviar um parecer para que o plenário decida se o prefeito será afastado ou não.
Crivella permanecerá no cargo durante o período de apuração. Para aprovar o impeachment, ao final do processo, são necessários votos de dois terços dos 51 vereadores. O pedido de impeachment foi feito por Fernando Lira Reis, que é fiscal de atividades econômicas da Prefeitura do Rio desde 1992, além de presidir o Sindicato dos Profissionais em Acupuntura e Terapias Afins do Rio de Janeiro.
Na gestão de Eduardo Paes, Reis foi gerente da subsecretaria de Gestão de Sistemas, cargo de confiança da Secretaria Municipal de Fazenda. Procurada pelo R7, a prefeitura informou que está analisando se irá se manifestar.
R7 e Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário