terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Renato comemora vitória e deixa dúvida sobre escalação para estreia na Libertadores | Clic Noticias

Técnico do Grêmio disse que ainda vai pensar no time que enfrentará o Rosario Central
Grêmio venceu o VEC com dois gols de Marinho
Grêmio venceu o VEC com dois gols de Marinho | Foto: Fabiano do Amaral
O técnico Renato Portaluppi se mostrou satisfeito com a atuação do Grêmio na vitória de 2 a 0 sobre o Veranópolis nesta segunda-feira pelo Campeonato Gaúcho. O treinador, porém, não garantiu que repetirá a escalação utilizada nesta noite para a estreia na Libertadores no dia 6 de março diante do Rosario Central.
“Eu disse para os jogadores que não seria uma partida fácil pela situação deles. Nós entramos de forma séria, com atenção e vencemos. Procurei deixar o máximo eles em campo porque precisam de ritmo já que vai demorar o nosso próximo jogo. Vou ter bastante tempo para pensar. O importante é que está todo mundo bem. Apenas o Léo (Moura) está no departamento médico”, avaliou.
Renato destacou que terá bastante tempo para pensar na melhor escalação e deixou aberta a possibilidade de mudanças. “Terei tempo para preparar a equipe. Se vai ter outra modificação, ainda vou pensar. O importante é que todo mundo está bem. Será um jogo importante fora de casa, uma estreia de Libertadores. Teremos tempo para pensar na escalação para o jogo”, seguiu.
Questionado sobre a troca de comando no Rosario Central com a demissão de Edgardo Bauza, Renato Portaluppi afirmou que isso não altera nada no planejamento do Grêmio para a partida. “Não posso opinar sobre a troca. Não é só no Brasil, lá fora também é assim. Se não tem resultado, acaba acontecendo as trocas. O Grêmio tem de pensar nele mesmo. Sabemos que será um jogo muito difícil. Independente da troca de técnico, sabemos das dificuldades que vamos encontrar”, projetou.
O elenco do Grêmio vai ganhar folga nesta terça-feira e voltará a treinar na quarta, às 16h, no CT Luiz Carvalho. O Tricolor treinará em Porto Alegre até no domingo e viaja para a Argentina na segunda-feira.
Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário