quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Caminho aberto para Romildo | Clic Noticias



Romildo Bolzan admite ansiedade na espera pelo
Possibilidade de nova reeleição deverá ser permitida
Por
Carlos Corrêa / Interino
Ontem, publiquei uma nota relatando uma campanha nas redes sociais feitas por torcedores gremistas que pediam a aclamação do presidente Romildo Bolzan para um novo mandato a partir do ano que vem. Pois bem, lembrei aqui que o estatuto do Grêmio veda uma segunda reeleição de forma consecutiva. Além disso,  conversei com o próprio Romildo, que assegura  não estar pensando nessa possibilidade. Mas né, o futebol é dinâmico e talvez haja muito mais cinza do que preto e branco nesta história toda. A começar pelo fato de que o assunto não é mais apenas de bastidores. Liguei para o presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Biedermann, que confirmou alguns conselheiros terem levantado a dúvida se existiria ou não uma brecha no estatuto que possibilitasse. A questão foi então encaminhada para advogados especializados em assuntos legais e estatutários e um parecer deve ser entregue até meados de março. O que na prática significa que o assunto não é mais uma mera questão de bastidores ou uma campanha de internet. É oficial e o Grêmio analisa sim a possibilidade de que, se assim desejar, Romildo possa disputar o seu terceiro mandato.
A brecha que está sendo trabalhada para que o caminho fique aberto a Romildo é a seguinte: o texto do estatuto veta a possibilidade de uma segunda reeleição para os mandatos, até então de dois anos. Ocorre que na última mudança estatutária, os mandatos passaram a ter três anos. É um jogo de palavras, mas pode ser o suficiente.
O que se diz nos bastidores é que, oficialmente, Romildo vai negar qualquer intenção de buscar a reeleição, mas que sim, é uma ideia que está sendo cogitada e não é de agora. No entanto, a ideia é deixar o assunto de molho e só levantar a bandeira de forma mais contundente a partir da metade do ano, se tudo der certo em campo.
Na hipótese de Romildo não concorrer, alguns nomes já são cogitados. Os dois mais ouvidos quando se fala sobre sucessão são o de Adalberto Preis e Odorico Roman. Não são, no entanto, os únicos. Cláudio Oderich, do Conselho de Administração, também foi lembrado. Dos três, o melhor currículo no clube é de Preis, o que poderia ser decisivo.
Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário