sábado, 3 de novembro de 2018

Transição do governo vai disponibilizar dados de forma online

Expectativa é de que uso da tecnologia diminua reuniões presenciais

Para dar início oficialmente à transição, Sartori e Leite se encontram na próxima segunda-feira no Piratini | Foto: Magali Beckmann / PSDB / Divulgação / CP

Para dar início oficialmente à transição, Sartori e Leite se encontram na próxima segunda-feira no Piratini | Foto: Magali Beckmann / PSDB / Divulgação / CP

Integrantes do núcleo da administração de José Ivo Sartori (MDB) asseguram que a transição entre governos será facilitada em função de uma característica que vai diferenciá-la das realizadas até 2014. O fato de que dados, informações, relatórios e análises, uma série deles integrante do chamado Acordo de Resultados (uma ferramenta que monitora projetos e indicadores de gestão), serão disponibilizados integralmente também de forma online, o que tende a esvaziar um pouco reuniões e encontros presenciais na sede da Procergs no bairro Tristeza, na zona sul de Porto Alegre. O local é o que tradicionalmente sedia as reuniões das transições de governos.

Além do chefe da Casa Civil, Cleber Benvegnú, outros dois integrantes do primeiro escalão de Sartori deverão participar da coordenação da equipe de transição: os secretários Carlos Búrigo, que retornou à administração como chefe de Gabinete do governador, e o secretário Cezar Schirmer (Segurança Pública). Da parte de Leite, já estão confirmados o presidente em exercício do PSDB e coordenador da campanha tucana, Valdir Bonatto, e o ex-secretário de Minas e Energia, Artur Lemos Júnior.

Para dar início oficialmente à transição, Sartori e Leite se encontram na próxima segunda-feira no Piratini. Os principais temas serão as tratativas para que o atual governo envie ainda este ano projeto prevendo a manutenção da majoração das alíquotas de ICMS e o início do acesso aos números da administração.



Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário