sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Telegramas revelam maracutaia do PT com Cuba no Mais Médicos e Porto de Mariel

Telegramas da embaixada brasileira em Cuba revelam o óbvio: a maracutaia por trás do programa Mais Médicos envolvendo o Partido dos Trabalhadores e a ditadura cubana.

Os documentos mostram que partiu de Cuba a ideia de criar o programa, além da estratégia adotada pelo governo petista na época para precisar fazer tudo sem a necessidade de passar pela aprovação do Congresso.

O pior: há ainda uma sugestão de que o Mais Médicos foi feito para que o Brasil enviasse dinheiro para Cuba poder honrar a dívida com o Porto de Mariel, construído pela Odebrecht com recursos do BNDES.

No programa, médicos cubanos ficavam com menos de 30% do salário e o resto era enviado direto para o governo de Cuba. Foram mais de R$ 5 bilhões enviados para a ditadura nesse esquema.

É essa a caixa-preta que Bolsonaro precisa abrir assim que assumir a presidência ano que vem.

Abaixo, trecho do telegrama que revela o esquema.

As informações são do O Antagonista e G1.


MBL News


https://www.mblnews.org/…/bolsonaro-anuncia-o-ministro-da-…/

MBLNEWS.ORG

Bolsonaro anuncia o Ministro da Educação

O presidente eleito Jair Messias Bolsonaro acaba de anunciar seu ministro da Educação: será Ricardo Velez Rodriguez. Ricardo, segundo descrição do próprio Jair, é filósofo autor de mais de 30 obras…


https://www.mblnews.org/…/juristas-evangelicos-oferecem-as…/

MBLNEWS.ORG

Juristas evangélicos oferecem assessoria jurídica a cubanos que querem ficar no Brasil

A Associação Nacional de Juristas Evangélicos criou a campanha “Fica Doutor”, para assessorar juridicamente de graça os médicos cubanos dos Mais Médicos que desejam pedir asilo político…


https://www.mblnews.org/…/deltan-se-manifesta-sobre-indica…/

MBLNEWS.ORG

Deltan se manifesta sobre indicação de Moro para ministério da Justiça

Procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol afirmou em um evento na cidade de São Paulo que Sergio Moro irá fazer falta na Lava Jato, mas o ganho para a causa anticorrupção será muit…

Nenhum comentário:

Postar um comentário