quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Militantes de esquerda estão revoltados com Silvio Santos

Após o SBT veicular vinhetas de temática nacionalistas, a turma do “mais amor” se revoltou com Silvio Santos.

As inserções traziam imagens de pontos turísticos do país, com frases de encerramento como “Brasil, ame-o ou deixe-o!”, “Brasil de encantos mil”, “Pra frente Brasil”, “Brasil, pátria amada”, “Eu te amo, meu Brasil”.

De acordo com o portal Notícias da TV, do UOL, as propagandas teriam sido um pedido do próprio Silvio, dono da emissora, e a iniciativa seria para demonstrar apoio ao candidato eleito Jair Messias Bolsonaro, PSL. Para a Veja, o SBT declarou que não iria comentar o caso.

Pelo Twitter, internautas militantes da esquerda começaram a desejar a morte do empresário e apresentador por reutilizar frases da época do regime militar.

O “Ódio do bem” fez um compilado de declarações. Veja:

“Desde 1980 que eu desejo a morte do Silvio”, escreveu Mársia Máriner em seu Twitter.

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

Ódio do bem ² @odiodobem2

19:38 - 6 de nov de 2018

Informações e privacidade no Twitter Ads

O internauta Matheus, @pinkbloc_, disse que o apresentador sente “saudade dos tempos autoritários” e quer “verbas publicitárias”.

Jaguatirica Periférica! ❤️@phesg

· 15h

Respondendo a @pinkbloc_

Cara o desenho deste cenário é tão assustador que parece uma longa piada sobre a capacidade de esquecimento da população. Eu tô de saco cheio. Véi alguém para isso.

matheus@pinkbloc_

Amigo além da saudade dos tempos autoritários que Sílvio Santos tem, ele tá querendo as verbas publicitárias né? Um nojo de jornalismo

23:18 - 6 de nov de 2018

Informações e privacidade no Twitter Ads

A mídia de esquerda também não gostou nada das propagandas nacionalistas. Em sua coluna da Folha de S. Paulo, Tony Goes escreveu que as “mensagens patrióticas revelam a cabeça antiquada de Silvio Santos” e que “além de subserviente, a campanha ufanista exibida pelo SBT é retrógrada”. Jeff Benicio, blogueiro do Terra, escreveu que “Silvio queima a própria imagem ao tentar bajular Bolsonaro”.

Assista uma das vinhetas:


Depois do barulho feito pela esquerda, o SBT informou que a vinheta foi retirada do ar e que a “emissora cometeu um equívoco de não se atentar que este bordão foi forte na época do regime militar”. Também declarou que “a ideia das vinhetas são para dar mensagem de união, esperança e otimismo aos telespectadores brasileiros e aos que não são, porém vivem no país”.


MBL News

Nenhum comentário:

Postar um comentário