sábado, 10 de novembro de 2018

Juventude perde para a Ponte Preta e cai para a Série C do Brasileirão

Enquanto time da Serra foi rebaixado, Brasil de Pelotas assegurou permanência na segunda divisão

Resultado de imagem para Brasileirão Série A

Juventude perdeu em casa e está na Série C do Brasileirão | Foto: Luca Erbes / Futura Press / Estadão Conteúdo / CP

A sexta-feira foi de tristeza no Alfredo Jaconi. O Juventude entrou em campo precisando vencer a Ponte Preta para seguir com chances de permanecer na Série B. Perdeu por 1 a 0 e agora está matematicamente rebaixado para a Série C.

A situação da equipe de Caxias do Sul já era complicada antes mesmo da bola rolar. O Juventude precisava vencer seus três jogos e torcer contra o CRB, que joga neste sábado contra o Criciúma. Mas nem deu tempo de secar os alagoanos. Rebaixado, o alviverde está estacionado nos 35 pontos, com apenas 7 vitórias. Como faltam somente duas rodadas, a equipe não consegue mais alcançar o CRB, que tem 41 pontos, mas 10 vitórias. O time de Caxias jogará ainda contra o provável campeão Fortaleza, no Ceará, e fecha sua participação recebendo o CSA.

Além do Juventude, o Boa Esporte também já está matematicamente rebaixado. O Sampaio Corrêa está quase – está nove pontos atrás do 16º colocado faltando três jogos. Paysandu e CRB lutam para escapar da degola.

A expectativa era que o Juventude pressionasse muito a Macaca, mas a etapa inicial foi morna, com erros em excesso nos passes e poucas emoções. Os anfitriões apostaram nas bolas aéreas, sem sucesso. No segundo tempo, com chances concluídas por Esquerdinha e, principalmente, com Hugo Sanches, aos 21 na pequena área, a bola passou perto.

Veio o castigo. O gol da Ponte foi de Roberto, após jogada com Victor Rangel, aos 30 minutos da etapa final. Num último suspiro, aos 43, Esquerdinha ainda não conseguiu concluir bem e acabou desperdiçando a última oportunidade do Juventude.

Brasil vence e escapa

O Brasil, por outro lado, venceu o Boa por 1 a 0, gol de Wellinton Júnior, e matematicamente escapou do risco de queda. Com a terceira vitória consecutiva, o Xavante alcançou os 46 pontos – nove à frente da zona de rebaixamento. Agora, o time de Pelotas apenas cumprirá tabela nas duas últimas rodadas, já que também não tem chances de subir.


Correio do Povo


Winck lamenta queda e prega "honra" nos jogos finais da Série B


GRÊMIO

Grêmio entra com recurso na Conmebol por caso Gallardo

GRÊMIO

Dirigentes do Grêmio mantêm confiança de renovar com Renato
Estátua de Pedro Rocha é inaugurada em Porto Alegre

INTER

Odair quer Inter intenso e concentrado para superar o Ceará
Meta do Inter é voltar a vencer fora para alimentar sonho do título

SUPERFINAL

Boca e River iniciam maior final da história da Libertadores na Bombonera

Nenhum comentário:

Postar um comentário