segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Fila do endividamento ganha cem mil idosos

por Camilla Feltrin

Captura de Tela 2018-11-25 a?s 21.08.15.png

Ao todo, 5,5 milhões de consumidores de 65 a 84 anos tinham nome sujo no mês passado, diz pesquisa

A fila da inadimplência ganhou cem mil novos idosos em outubro, segundo pesquisa do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) Brasil.

Ao todo, o país tinha 5,5 milhões de consumidores entre 65 e 84 anos endividados no mês passado contra 5,4 milhões de setembro.

O estudo mostra ainda que a inadimplência geral cresceu 4,22% entre setembro e outubro, subindo de 62,4 milhões para 62,8 milhões de brasileiros com o nome sujo. Segundo o órgão, o número de idosos incapazes de quitarem suas dívidas representa 32% do total.

Na avaliação do superintendente de finanças do SPC, Flávio Borges, há duas explicações para o endividado nesta faixa etária: com a crise, muitos idosos continuam no mercado de trabalho, e portanto estão mais sujeitos a contratarem crédito; e, como os aposentados têm mais facilidade em conseguir empréstimo, acabam se endividando em nome da família.

“Em uma casa em que há pessoas na informalidade, desempregadas e sem renda, o CPF do aposentado é o único capaz de comprovar uma renda. A aquisição de empréstimo consignado, embora não implique endividamento, significa comprometimento da renda e maior facilidade para não conseguir quitar os compromissos.”

O indicador também revela que a maior parte dos inadimplentes está concentrada entre os brasileiros com idade entre 30 e 39 anos, que somam 17,9 milhões de consumidores e representam mais da metade (52%) dos brasileiros com essa idade.

Nessa faixa etária, segundo especialistas, estão os chefes de família que arcam com a maioria das contas.

Fonte: Folha Online - 23/11/2018 e SOS Consumidor

Como não ter aposentadoria negada


Como não ter aposentadoria negada
O DIA listou seis situações em que segurado tem benefício indeferido pela Previdência. Veja como evitar Rio - Com ...
Leia mais

Empresa de eventos é condenada a indenizar por falta de segurança durante show
Danos materiais e morais difusos somam R$ 200 mil. 
Leia mais

Para médicos, economia ruim colaborou com aumento de transtornos mentais
Reações ao estresse e ansiedade ultrapassam depressão como maiores fatores de afastamentos A severa crise econômica enfrentada ...
Leia mais

Caixa espera que 1.600 funcionários entrem em novo programa de demissão voluntária
Redução representaria uma economia anual de cerca de R$ 324 milhões, diz banco   São Paulo A Caixa ...
Leia mais

Restaurante e estacionamento indenizarão cliente que fraturou o pé após ser atropelada por manobrista
Autora da ação sofreu danos morais e materiais. Um ...
Leia mais

Plano de saúde deve oferecer home care a idosa com Parkinson
Diante de circunstâncias fáticas, o plano de saúde deve fornecer tratamento conforme prescrição médica, mesmo que não esteja previsto ...
Leia mais

Operadora de telefonia deve indenizar mulher que caiu em vala de manutenção
Decisão é da juíza Licia Eburneo Pena, da comarca de Botucatu/SP.Uma operadora de telefonia deverá indenizar, por danos morais ...
Leia mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário