sábado, 10 de novembro de 2018

Dinheiro na privada

O advogado Mateus de Moura Lima Gomes, preso na Operação Capitu, jogou dinheiro na privada quando os agentes chegaram em sua casa, na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a PF, ele tentou se desfazer de cerca de 3 mil reais.


O Antagonista


OS CABELOS VÃO CAIR

XVIII- 20/18 - 09.11.2018

________________________________________

CABELO EM PÉ

Dizer que o Brasil se tornou, notadamente nos últimos anos, num verdadeiro e gigantesco AMONTOADO DE PROBLEMAS é como chover no molhado. Entretanto, o que ainda vai deixar muita gente de cabelo em pé é a quantidade de absurdos que estão espalhados em meio aos escombros.

ROMEU ZEMMA

Vejam a seguir, por exemplo, o que Romeu Zemma,  governador de Minas Gerais eleito pelo partido NOVO, disse, em recente entrevista que concedeu a um canal de televisão de Belo Horizonte, sobre o grave crime que o governador atual, Fernando Pimentel, do PT, cometeu contra o IPSEMG - Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais.

IMPSEMG

Com mãos bem sujas, o petista simplesmente aniquilou com IPSEMG. Como o Estatuto anterior estabelecia um número de 16 Conselheiros, Pimentel promoveu uma alteração criminosa e partir daí abrigou 540 petistas, do Brasil todo, que nunca trabalharam na área de saúde ou previdência.

ARMÁRIO DE EMPREGOS

Com muita razão, Zemma entende que a alteração do Estatuto do IPSEMG não se deu com o propósito de  criar CABIDES DE EMPREGOS. O que Pimentel fez foi a construção de um enorme e descomunal ARMÁRIO DE EMPREGOS PETISTAS. Pode?

QUEBRADO

Para piorar ainda mais, todos os conselheiros petistas recebem mais de R$ 10.000 mensais. Resultado: o IMPSEMG, quebrado financeiramente,  será entregue à nova administração do Estado de MG em situação desesperadora, tanto para os funcionários conveniados quanto para os pagadores de impostos. Que tal?

CARECE DE TANTA RAIVA

Este é apenas um de tantos exemplos de MÁ ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA que estão sendo conhecidos antes da posse dos novos governadores que foram eleitos na qualidade de REFORMISTAS. Se os ATOS DE CORRUPÇÃO  já deixaram muita gente de cabelo em pé, quando vierem à tona os atos de MÁ ADMINISTRAÇÃO, aí muita gente vai ficar careca de tanta raiva.

MARKET PLACE

CORRIDA PELA VIDA  - Vale correr, caminhar, torcer. Vale muito a pena entrar nesta causa. Entre na LUTA CONTRA O CÂNCER INFANTO-JUVENIL.
Dia 25 de novembro no Barra Shopping – Largada 8:30 (corrida)- 3km, 5km e 10km, 10:00 (caminhada)- 3km.

Inscrições até o dia 16/11: Corrida : 85,00 , inclui saco mochila, camiseta em poliamida, boné e braçadeira.                      Caminhada: 25,00, inclui camiseta em algodão com 4 opções de cores.

Mais informações: www.ici.ong/corridapelavida , e-mail: ici@ici.ong , fone: (51) 3331.8704

VEÍCULOS ANTIGOS- Os apaixonados pelo universo automobilístico já têm um encontro marcado no Bourbon Wallig com o 27º Encontro Sul Brasileiro de Veículos Antigos. A mostra, realizada pelo Veteran Car Club Porto Alegre e pela Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA), acontece entre os dias 15 e 18 de novembro, no Estacionamento E5 e na área ao lado do shopping cujo acesso se dá exclusivamente pela passarela no segundo andar do shopping. A exposição contará com mais de 400 veículos raros que virão de diferentes estados do país, entre eles automóveis, caminhões, motos e, inclusive, bicicletas.

Entre os modelos mais raros, está um Stutz Model M, ou Stutz Limousine. O exemplar, que faz parte do acervo do Palácio do Paratini, foi fabricado nos Estados Unidos entre 1928 e 1929 e foi utilizado por presidentes da República, autoridades gaúchas, visitantes famosos e misses. Para os colecionadores de carros antigos, alguns dos modelos estão inscritos apenas para exposição, mas outros estarão à disposição para venda.

Em sua programação, a mostra também conta com desfiles temáticos que trarão artigos automotivos de antiquário; uma Exposição ao Vivo com pinturas de Roberto Muccio; sessão de autógrafos com o corredor, agora escritor, Jan Balder, além da realização do o 1º Leilão Beneficente Mercedes Benz, que busca reunir os apreciadores dos modelos da marca.

A exposição tem entrada gratuita, com a opção de doação de 1 kg de alimento. Os alimentos recebidos serão entregues ao Asilo Padre Cacique. A mostra estará funcionando de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos e feriados das 10h às 20h.


ESPAÇO PENSAR+

Eis o artigo do pensador Percival Puggina, com o título - ESSE ESCANDALOSO CAVALO DE TROIA CHAMADO ENEM- :
O ENEM, desde que caiu em mãos petistas em 2003, virou um cavalo de Troia do tipo que chega relinchando, fazendo sujeira no calçamento, recheado de invasores, braços para fora, acenando bandeiras vermelhas. Pensado, originalmente, com o intuito de avaliar a aprendizagem dos alunos de ensino médio, uma vez confiado ao PT a partir de 2003 virou componente de relevo na máquina totalitária que o partido montou no MEC.
É tão útil como instrumento de propaganda, tão alinhado com as estratégias do partido que se pode intuir nele o dedo mágico dos publicitários da legenda e sua inspiração na Agitprop (agitatsiya propaganda) soviética. Imagine o contexto: de um lado, uma prova que habilita os bem colocados, num sistema de cotas e notas, a ingressar na universidade sem custo no tempo presente; de outro, um inteiro temário de questões onde as pautas políticas do partido aparecem como textos de motivação, objeto de interpretação, ou respostas a serem assinaladas como corretas. Se estudantes cubanos, venezuelanos, ou nicaraguenses fossem submetidos a algum certame nacional, ele certamente seria assim.
O cavalo de troia tem o poder de agir nacionalmente e de influenciar a quase totalidade dos estabelecimentos de ensino médio do país, mobilizando algo entre 5 e 7 milhões de estudantes por edição. O atrativo que oferece e a pressão de demanda que determina, leva as escolas a condicionarem seus conteúdos às pautas do ENEM. Desse modo, a burocracia do MEC dá o tom ideológico que devem entoar as salas de aula de todo o país. E depois – imenso paradoxo! – esses cavalheiros que impõem regras a todos, agitam suas bandeirinhas vermelhas em defesa da liberdade de cátedra e da autonomia do professor... Dá-me forças, Senhor!
O ENEM dá continuidade a um conjunto de procedimentos que há muito tempo se espalha como inço renitente. É uma praga, do tipo que se infiltra até em rachadura de piso, e envolve provas em concursos públicos, atividades escolares e acadêmicas, critérios para concessão de verbas à atividades culturais, critérios para seleção de estudantes para cursos de pós graduação. E por aí vai.
Quem se surpreendeu com a inclusão de vocabulário pajubá na prova deste ano possivelmente não conhece a música nem metade da letra tocada pela militância de esquerda agarrada no MEC como carrapato ideológico. Imagine o efeito desse e de tantos outros enxertos da prova sobre milhões de alunos que a elas compareceram levando-as a sério. Nenhuma dessas questões estava ali por acaso, nem por falta de assunto útil, mas para dar mais algumas marteladas no processo de desconstrução da nossa cultura e de seus valores.
Espera-se que o governo Bolsonaro esvazie o cavalo de troia, acabe com o ENEM, e ponha o sistema a trabalhar em coisa séria, sob gestão qualificada, que tenha em vista a promoção humana de nossa juventude numa cultura de valores para uma vida digna.

FRASE DO DIA

Eu acreditava muito nos mecanismos governamentais, mas eles têm células cancerígenas que crescem incontrolavelmente. Há algo de doentio na máquina estatal. A experiência de jovem me tornou cético para as reais possibilidades do Estado.
                                                                    Roberto Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário