segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Hackers enviam cartas falsas pelo correio para aplicar golpes na internet

por Paula Soprana

15138681035a3bcb477316f_1513868103_3x2_md.jpg

Especialistas apontam para o aumento de crime conhecido como phishing offline ou físico

Pishing é um velho método de fisgar pessoas na internet e induzi-las a clicar em links de sites que instalam vírus em seus computadores e celulares. A novidade do cibercrime é que as tentativas, agora, também são offline: os hackers estão usando papel.

Fraudadores mandam cartas ou bilhetes físicos com propagandas, convites ou contas falsas a pagar, e sugerem que a vítima escreva o endereço eletrônico na internet para receber um benefício.

Ao entrar no site falso, ela cai na armadilha e instala um programa malicioso em sua máquina, como em qualquer outro golpe digital.

Esse software dá acesso remoto ao cibercriminoso, que pode roubar seus dados pessoais, acessar documentos ou cometer qualquer crime de falsidade ideológica.

O El Pescador, braço da empresa de inteligência cibernética Tempest, presta serviços de conscientização sobre phishing a clientes. Parte do trabalho é simular ataques, como se fossem hackers comuns.

Rafael Silva, presidente do El Pescador, diz que a demanda por simulações de ataques físicos cresceu no último ano nas empresas, justamente porque esse tipo de ataque ficou mais frequente.

Embora o mercado de segurança não tenha números sobre ofensivas de hackers com a utilização de papel, especialistas dizem que é um tipo de engenharia social –método clássico em que o atacante usa artifícios psicológicos para manipular a vítima e obter informações.

Segundo recente pesquisa da IBM, cerca de um terço dos ciberataques hoje começam desse modo.

Uma maneira de usar engenharia social é pelo telefone. O criminoso liga para um funcionário, se faz passar por um colega ou pelo chefe, e pede o acesso à rede corporativa.

“Eles exploram muito as relações de confiança. Nos nossos testes, fazemos isso como os atacantes. Criamos um convite de confraternização da empresa ou dizemos que a pessoa foi selecionada para algum programa interno", diz Silva.

O apelo emocional é uma das chaves para o êxito desse crime.

Quando o foco é na pessoa física, os golpistas usam uma marca que a pessoa seja cliente e enviam mensagens como "resgate seus pontos" ou "você foi sorteado" e um link encurtado para que ela digite em seu navegador.

Nos testes do El Pescador, 90% dos funcionários são fisgados, diz o especialista. A empresa trabalha com grandes bancos, hospitais e varejo.

André Carreto, especialista em segurança da Symantec, diz que o phishing físico é custoso, demanda muita engenharia social e costuma ser bem direcionado.

“Quando o foco é a pessoa física, a ideia é o retorno financeiro. Quando é a empresa, o foco é o acesso a informações sensíveis”, diz.

Outros golpes

Além de convites e cupons falsos enviados pelo correio, especialistas apontam para o aumento da manipulação de contas de telefone, internet e TV por assinatura.

Nesse caso, não é preciso digitar nada no computador ou celular, apenas pagar um boleto falso. O dinheiro vai direto para a conta do criminoso.

Exemplo de conta do Santander fraudada; cidadãos devem ficar atentos a cobranças inesperadasExemplo de conta do Santander fraudada; cidadãos devem ficar atentos a cobranças inesperadas - Reprodução

“É um golpe capcioso porque se a conta for de baixo valor, não vale a pena; se for um pagamento alto, como uma mensalidade escolar, a vítima desconfia. Então, é comum que o golpe seja destinado a TVs por assinatura e telefone, que costumam ter preços intermediários”, diz Carreto.

Para Thiago Lima, engenheiro sistemas da A10 Networks, os hackers evoluíram no estudo de suas vítimas antes de aplicarem golpes. Até QR Code, ele diz, tem sido usado para obter informações, embora esse golpe não seja comum no Brasil.

“Hoje é simples e gratuito entrar em um site e gerar um QR Code. Depois, é preciso imprimir e colar por cima de algum QR Code oficial. Nos Estados Unidos, já aplicaram esse golpe em estacionamento de shopping.”

Como se proteger?

A boa notícia é que a cartilha para evitar o phishing tradicional, normalmente enviado por email ou WhatsApp, do offline é semelhante: ambos têm mensagens apelativas, às vezes em tons de ameaça.

É indicado desconfiar quando um conteúdo exige a troca de senha ou o pagamento de uma conta com um prazo urgente. Bancos não solicitam tokens ou senhas por telefone e nem por email.

Alem disso, é sempre importante verificar se o domínio do site indicado por email tem relação com o endereço (que vem antes da arroba), desconfiar de promoções e sorteios e instalar antivírus no computador e no celular.

Fonte: Folha Online - 11/10/2018 e SOS Consumidor


“Bolsonaro é o cara mais baixo que conheci na vida pública”

Em sua entrevista ao site El País, Fernando Haddad disse, entre outras coisas, que Jair Bolsonaro é um risco para a democracia e que o crescimento... ...[leia mais]

Tensão na PGR com eventual governo Bolsonaro

A equipe de Raquel Dodge está tensa com um eventual governo de Jair Bolsonaro. Diz Guilherme Amado, no Globo: “Raquel já comentou com... ...[leia mais]

Haddad: “Qual o limite da loucura do meu adversário?”

Por causa das notícias falsas disseminadas no WhtasApp, Fernando Haddad criticou neste domingo o que ele chamou de “loucura” de Jair... ...[ leia mais]


Haddad diz que PT ‘nunca violou a democracia’

No Twitter, Fernando Haddad voltou a bater na tecla de que a democracia corre risco com Jair Bolsonaro. “O PT nunca violou o princípio... ...[ leia mais]

“A facada atingiu mais o Alckmin do que o Bolsonaro”

Lula Guimarães, o marqueteiro da campanha de Geraldo Alckmin, disse, em entrevista à Folha, que o atentado a Jair Bolsonaro foi o fator decisivo... ...[leia mais]



Haddad acena a FHC

Fernando Haddad fez neste domingo um aceno a Fernando Henrique Cardoso. "Existe um muro que separa FHC de... ...[ leia mais]

Paulo Guedes propõe redução drástica de tarifa para importação

A equipe econômica de Paulo Guedes, o guru de Jair Bolsonaro, incluiu como medida a ser tomada nos 100 primeiros dias de um eventual governo a... ...[leia mais]

A bolha petista

O PT não sabe como reverter os votos para Fernando Haddad. Diz Guilherme Amado, em O Globo: “A avaliação é que... ...[ leia mais]


Haddad: “Nunca vou negar meu vínculo com Lula”

Em entrevista ao site El País, Fernando Haddad reafirmou a sua posição de poste do presidiário. Questionado sobre o papel que Lula teria... ...[ leia mais]

Em vídeo, Haddad troca Lula por avô

No Twitter, Fernando Haddad publicou um vídeo em que o poste aparece ao lado de uma foto de seu avô. “O meu pai aprendeu com... ...[ leia mais]

Nenhum comentário:

Postar um comentário