quinta-feira, 13 de setembro de 2018

TRE do Paraná nega pedido de Lula para votar nas eleições de outubro

Juiz afirmou que pedido do ex-presidente não atendia a requisitos necessários

TRE do Paraná negou pedido de Lula para votar nas eleições de outubro  | Foto: Evaristo Sa / AFP / CP Memória

TRE do Paraná negou pedido de Lula para votar nas eleições de outubro | Foto: Evaristo Sa / AFP / CP Memória

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que foi substituído nessa terça-feira por Fernando Haddad como cabeça de chapa na candidatura à Presidência, não poderá votar nas eleições de outubro. A decisão é do presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, desembargador Luiz Taro Oyama, atendendo a pedido feito por Lula.

Segundo Oyama, para que uma seção eleitoral fosse instalada na sede da superintendência da Polícia Federal, onde o ex-presidente está preso, eram necessários alguns requisitos. Um deles era o mínimo de 20 eleitores aptos a votar no presídio em questão. O desembargador argumentou, porém, que dos oito potenciais presos provisórios no local que aguardavam definição da Justiça para transferência de custódia, apenas Lula “manifestou a intenção de votar”.

“Ademais, o prazo para transferência temporária de eleitores, seja para o preso provisório, seja para o voto em trânsito, encerrou-se no último dia 23 de agosto, de modo que não é mais possível transferir o título de eleitor do requerente para qualquer outro local”, disse. A determinação foi tomada no último dia 30 de agosto e confirmada nesta quarta-feira.

De acordo com o presidente do TRE, os eleitores cuja condenação criminal foi transitada em julgado perdem direitos políticos como o de votar. Como esse não é o caso de Lula, o ex-presidente solicitou ao tribunal o exercício do direito. No entanto, com base no Código Eleitoral e em resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Oyama disse que o número mínimo de 50 eleitores para a existência de uma seção de votação em estabelecimentos penais foi reduzido “excepcionalmente para 20”.

O objetivo, segundo ele, é “facilitar a instalação de seções eleitorais para o voto do preso provisório, sem prejudicar outro direito constitucionalmente garantido, que é o sigilo do voto. Por isso, inviável uma seção eleitoral com apenas um eleitor”, escreveu.

Preso em abril após ser condenado pela Justiça Federal de Curitiba pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-presidente teve o pedido de registro de candidatura à Presidência indeferido pelo TSE no início do mês. Devido à Lei da Ficha Limpa, ele foi impedido de continuar na disputa e apresentou nessa terça-feira, por meio de uma carta à Nação, o nome de Fernando Haddad, ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo, como substituto.


Agência Brasil e Correio do Povo


Corregedoria investigará promotores de casos contra Haddad, Richa e Alckmin

André Dusek/Estadão Conteúdo

Gilmar Mendes vê possível "abuso" em ações contra candidatos nas eleições

Para ministro do STF, casos antigos somente agora resultaram em denúncias e prisões

Folhapress

Bolsonaro e Alckmin são principais alvos de "críticas pagas" nas redes sociais

Até o dia 24, foram gastos R$ 2 mi para impulsionamento de postagens, segundo TSE

Craig Foster

Arqueólogos encontram desenho mais antigo da história, de 73 mil anos

Espécie de "hashtag pré-histórica" foi encontrada em sítio arqueológico da África do Sul

Rodolfo Buhrer/Reuters

TSE formaliza Haddad na vaga de Lula e abre prazo para impugnação

Candidato do PT tem menos de um mês para tentar herdar os votos do ex-presidente

Reprodução

Apple lança iPhones: XS, XS Max, com tela gigante, e XR, mais simples

Pela primeira vez na história da companhia, aparelho surge com lugar para segundo chip

Presidente começará com buraco de R$ 18 bi, diz economista

Para Manoel Pires, novo governante terá de enfrentar reformas para país sair da crise

Haddad diz que patrimônio encolheu 36% em 6 anos

Candidato petista afirma ter perdido R$ 241.836 desde que foi eleito à Prefeitura de SP

Atropelamento na China deixa cerca de 9 mortos e 43 feridos

O motorista, um homem de 54 anos, foi detido pela polícia logo depois do incidente

Televisão

Com mais funcionários que SBT, Ratinho compra rádio e cresce império em SP

Futebol

Mãe conta como é ser os olhos do palmeirense cego que comoveu o mundo

Televisão

Afrontosa e dona da verdade, só Rochelle se salva em "Segundo Sol"

Agenda do dia

Futebol | Copa do Brasil agita a noite de jogos desta quarta

Nenhum comentário:

Postar um comentário