segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Atentado contra Bolsonaro “foi adredemente planejado”, diz juíza

Resultado de imagem para Adélio Bispo de Oliveira

No termo da audiência de custódia com Adélio Bispo de Oliveira, obtido por O Antagonista, a juíza federal substituta Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho classifica o atentado contra Jair Bolsonaro como “delito grave, que revela profundo desrespeito à vida humana e ao Estado Democrático de Direito, notadamente, a liberdade constitucional de manifestação dos ideais políticos, afetando de forma direta no processo eleitoral”.

Segundo ela, “por ocasião da prisão em flagrante, ao que tudo indica, o delito imputado ao acusado foi adredemente planejado” e as imagens fortes “não deixam dúvida acerca da materialidade delitiva”.

Leiam este trecho:


O Antagonista


CONHEÇA VERA, PRÉ-CANDIDATA DO PSTU À PRESIDÊNCIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário